Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Japão em rabiscos

Japão em rabiscos

Surpresa! 誕生日おめでとう~

24 blog 2copy.png

*(título do post)[Tanjoubi Omedetou: Feliz Aniversário]

No passado dia 10 de Junho foi o meu aniversário. Pela primeira vez em 24 anos tive a oportunidade de ter um dia normal, como ir às aulas! E, não ser confrontada com um discurso presidencial cada vez que acordo de manhã um ano mais velha (#loucura). (Perdoem-me o entusiasmo por algo tão trivial). Mas apesar desta aparente normalidade, o facto  de estar a celebrá-lo longe de casa já é por si só fora do comum. 

 

Os meus planos para este dia eram bastante simples:

  1. Jantar fora no Kaiten Sushi perto de casa com as minhas amigas.
  2. Partilhar o doce de três sabores que fiz naquela manhã com elas. 
  3. Noitada em minha casa com filmes e tarot. 

 

Felizmente, algo inesperado surgiu! Com a desculpa de que precisavam de ir buscar uma encomenda a Sanjo (a parte mais comercial de Kyoto), pediram-me para acompanhá-las. Suspeitei de alguma coisa, mas nada de especial. No entanto, quando me puseram uma venda nos olhos o caso mudou de figura! 
Não fazia ideia o que é que elas tinham planeado... 


"Uma prova de vinhos? Karaoke?" Completamente perdida...

Por sorte, previ que algo de estranho se avizinhava e pedi-lhes que filmassem o momento!
Ora espreitem aqui:

 

(Disse num post anterior que não ia tentar o youtube, mas, mas, mas... Gatos para explorar! Agora há um motivo...Peço imensa desculpa pela qualidade do vídeo,  ainda estou a aprender a mexer com isto)

 

Este acolhedor lugar é o 猫カフェ ねこ会議(Cat Cafe Nekokaigi) e é o lar de todos estes gatinhos que foram resgatados das ruas enquanto eram bébés (à excepção de apenas um). Este tipo de cafés é bastante popular no Japão, maioritáriamente por causa das rígidas políticas de condomínio que proíbem os arrendatários de apartamentos de terem animais de estimação. Aqui no Nekokaigi junta-se o útil ao agradável, ao providenciar uma casa para estes gatinhos simpáticos e promover a sua interacção com estranhos carentes de afectos felinos (como eu por exemplo, que morro de saudades do meu gato e do meu cão).  

 

cat collage copy.png

Aquilo na cabeça é uma toalha! UMA MINI TOALHA!  #ainternetvaiabaixo

 

Depois desta maravilhosa surpresa e de pensar repetidamente que tenho mesmo muito boas amigas ♥ o plano acabou por se desenrolar como previsto. E portanto a próxima paragem foi o Kaiten Sushi! A tradução literal (se forem perguntar à prima Wiki) é "sushi rotativo" e consiste num dos sistemas mais utilizados pelos restaurantes de fast-food de sushi aqui no Japão (sim, o sushi pode ser fast-food!). Pela belíssima quantia de 100 ienes por prato, é possível retirá-lo da faixa rotativa que dá a volta ao restaurante inteiro e saborear peças que variam entre o mais tradicional (como nigiri) ao mais bizarro (sushi de carne?! Nem sei bem o que era aquilo). Meus caros, e tendo em conta o preço a qualidade não era nada má!  Em Portugal come-se igual e mais caro.  Contudo, não deixa de ser uma superfície comercial desta natureza e portanto recomendo este sítio a estudantes e a esfomeados.

 

sushi collage copy.png

 A cara de felicidade da Yamunichi é o selo de aprovado 

 

Foi sem dúvida um 10 de Junho bem passado!

 

À altura do desafio?


Devo dizer que me sinto um pouco envergonhada por fazer este post, especialmente porque só comecei a "blogar" esta semana (as definições do sapo ainda me parecem escritas em alienígena apesar de ser claramente português). De qualquer forma, não quis deixar de o fazer para corresponder à enorme simpatia que me têm demonstrado aqui e à qual estou eternamente grata! ✌

Nomeadamente à Laranjinha, a simpática do blog Orange life que me propôs este desafio. 

Este consiste no seguinte:

♦  Responder às perguntas realizadas por quem nomeou;

♦  Nomear três a dez pessoas para esta tag e avisá-las da nomeação;

♦  Criar dez perguntas para as bloggers nomeadas.

 
➨ Spoiler alert: Eu ainda não me sinto muito à vontade para nomear as pessoas, por isso se quiserem participar escrevam no comentário que eu preparo umas perguntinhas para vocês : ) Perdoem esta timidez! 

1. Como foi escolhido o nome do teu blog? Mudaria-lo?

De forma bastante simples e ridícula. Após dias a riscar nomes e a fazer rabiscos ao lado dos mesmos acabou por me surgir a ideia. Porque não narrar a minha experiência e acrescentar alguma coisa rabiscada... Foi assim. Para mudar este nome teria de me submeter a uma tortura mental à qual pretendo evitar nos próximos tempos ಠ_ಠ

 

2. Quais são os conteúdos que mais gostas e menos gostas de ver pela blogosfera?

Ainda não tenho as preferências bem definidas. Tanto gosto de ler um bom pedaço de escrita, bem construído e sentido como a barbaridade mais aliatória da semana. 

 

3. Qual é o feedback que tens do blog até agora?

Bastante positivo, ao ponto de me incentivar a continuar esta aventura ♡

 

4. Qual é a tua maior meta com o blog?

Vamos ver qual será!

 

5. Tens algum canal no youtube? Pensas em aventurar-te?

Não tenho gatos para explorar... Nada feito!

 

6. Se só pudesses levar uma mala com cinco objectos para o dia inteiro, o que levarias?

Carteira, passaporte, sketchbook, estojo e máquina fotográfica. 

 

7. Não resisto a... 

Gatos, açúcar no geral, a uma boa pechincha, material escolar, dormir... (Percebam que dificilmente resisto a alguma coisa)

 

8. Ganhaste o Euromilhões. Qual a primeira coisa que fazias?

Dormir. Para ver se acordava no dia a seguir e perceber que não era um sonho!

 

9. Trocaria de vida por 24 horas com...

Um pássaro. 

 

10. Define-te com seis palavras

Cool. Cool, cool, cool, cool, cool. {Community fans will know}

 

Obrigada  (ノ◕ヮ◕)ノ*:・゚✧ 

Porque não há outra maneira de responder a mensagens

Olá boa tarde!

Antes de mais queria expressar o meu agrado por este blog, visto que gosto muito do Japão e da cultura japonesa, e assim posso ver um pouco mais pelo prisma daquilo que postares.

Em segundo lugar, queria-te perguntar se tens para este blog um feed de RSS ou se sabes o que é :)

Espero que me respondas :D
がんばれ!!!!

 

Querido anónimo/a,

Muito obrigada pela mensagem tão calorosa! Fico bastante motivada por receber um feedback positivo. Ainda é um pouco cedo, mas espero que o conteúdo não o/a venha a desiludir. Não planeio algo grande, apenas um blog onde possa partilhar algumas experiências, comentários e rabiscos sobre o que se passa neste lado do mundo, para mais fácilmente chegar à família e amigos. 

Está acrescentadíssimo o feed de RSS! 

日本へようこそ Pessoal!

 

*(título do post)[Nihon he yokoso: Bem-vindos ao Japão]
**(ilustração)[Chamo-me Joana]

 

A 2 de Abril de 2015 mudei-me para o Japão, onde tenho passado a minha "pacata" vida na bela cidade de Quioto. Tudo começou quando decidi que queria tentar a minha sorte ao candidatar-me a uma bolsa para estudar no país. Com poucas expectativas, muita dedicação e perseverança, acabei por conseguir realizar o meu objectivo!

 

sakura copy.png

 

Quem me conhece sabe bem que este é o SONHO tornado realidade. Há anos (ou desde sempre talvez) que não me calo sobre querer ir ao Japão, ver o Japão, viver no Japão... E agora é a altura de viver esse sonho! Nada pode correr mal certo?! Não podia estar mais feliz da vida, não é?! NÃO É?!

 

Pois bem, não há animes ou mangas (ou j-dramas?), livros ou documentários no mundo que me preparassem para este tipo de realidade. Uma coisa é compreender o pensamento da sociedade japonesa, procurar perceber como interagem com o meio e como se relacionam, e outra coisa é tentar integrar um elemento estrangeiro num meio ainda relativamente fechado. É que os habitantes aqui em Quioto (e no Japão em geral, creio) têm alguma dificuldade em lidar com estrangeiros, acabando por originar uma data de situações estranhas, embaraçosas e de certa forma memoráveis! Apesar da minha especialidade académica ser o Japão, tendo estudado inclusive um ano de língua, estava demasiado convencida de que esta experiência ia ser uma walk in the park. E este foi o meu maior lapso! Não se pode subestimar de maneira alguma a experiência local, principalmente a experiência de viver no local e não apenas de o visitar como turista. É incrível como se podem viver inúmeras realidades num só sítio!

 

Pela primeira vez na vida percebi o significado de "choque cultural" (já vivi fora de Portugal, mas nunca fora da Europa). Não há nada que nos prepare para tal…mas há boas notícias! É apenas algo passageiro! E quando se ultrapassa esse estranho "estado de espírito" há um novo mundo para descobrir e apreciar.

 

Como por exemplo que tipo de eyeliner usar para poder chorar de forma fabulosa durante o período de choque cultural

maquilhagem.jpg

 

 

Após dois meses de habituação e aventuras, consigo finalmente partilhar um pouco do meu dia-a-dia por estas terras nipónicas. Pretendo fazê-lo através de sketches, fotografias e outros meios quaisquer, pouco elaborados. Afinal, este é o meu "Japão em rabiscos".

Sejam bem-vindos!